Adnan Januzaj comemora o gol marcado no duelo entre Inglaterra e Bélgica, em Kaliningrado
EFE
Já classificados, Inglaterra e Bélgica se enfrentaram nesta quinta-feira (29), em Kaliningrado, para definirem as suas posições dentro do grupo G da Copa do Mundo e conhecerem os adversários nas oitavas de final. E os belgas levaram a melhor sobre os ingleses, vencendo o duelo pelo placar de 1 a 0, com um belo gol Januzaj.

Com muitos jogadores poupados, Inglaterra e Bélgica fizeram um primeiro tempo tecnicamente fraco, que levaram os torcedores a vaiarem as seleções na saída para o intervalo. No segundo tempo, porém, o jogo ganhou um pouco mais de emoção e a rede balançou.

Com o resultado, a Bélgica confirmou a primeira posição e vai encarar o Japão nas oitavas de final – o vencedor deste confronto vai pegar Brasil ou México nas quartas. Já a Inglaterra ficou em segundo lugar e vai enfrentar a Colômbia. Os jogos serão disputados na segunda-feira (2), às 15 horas, em Rostov, e na terça, também às 15 horas, em Moscou, respectivamente.

1º tempo

Diferente do que se esperava, o duelo começou aberto, com as duas equipes saindo ao ataque. Nos 15 primeiros minutos, Pickford e Courtois tiveram que trabalhar para não deixarem o placar ser inaugurado em Kaliningrado.

A principal chance foi belga, com Thorgan Hazard cruzando para Batshuayi. O atacante finalizou para a defesa do goleiro inglês, que acabou soltando a bola. Na sobra, o próprio Batshuayi empurrou para o fundo do gol, mas Stones salvou em cima da linha.
Batshuayi pega o rebote de Pickford e quase abre o placar para a Bélgica
Foto: Reprodução
Aos poucos, as seleções diminuíram o ritmo e as chances de gols sumiram. Com o jogo mais concentrado no meio de campo, algumas faltas mais duras começaram a aparecer e a Bélgica viu a sua situação piorar no critério de desempate.

Tielemans e Dendoncker foram advertidos pelo árbitro esloveno Damir Skomina e aumentaram a desvantagem dos belgas, que tinham três cartões amarelos contra apenas dois dos ingleses antes da bola rolar.

2º tempo

Atrás no critério de desempate, a Bélgica voltou mais ligada. Com um toque de bola mais rápido, os belgas tentavam envolver os ingleses. E logo aos cinco, a seleção foi premiada. Januzaj recebeu na área, limpou a marcação e bateu no ângulo para fazer um belo gol.

O gol obrigou a Inglaterra a sair também para o jogo. E os comandados de Gareth Southgate adiantaram a marcação na tentativa de forçar erros dos adversários. Quando tinham a posse de bola, forçavam as jogadas pelo lado de campo.
Rashford tenta passar pela marcação no duelo contra a Bélgica
Foto: Reprodução
E foi dessa maneira que as chances de empate surgiram. A principal aconteceu aos 21, quando Vardy deixou Rashford na cara do gol e o atacante bateu colocado, no canto direito de Courtois, que conseguiu desviar e mandar a bola pela linha de fundo.

Com a proximidade do apito final, a Inglaterra passou também a explorar as bolas levantadas na área. Ainda mais após a entrada do atacante Welbeck. No entanto, a dupla Boyata e Kompany levaram a melhor e seguraram os ingleses.

Fonte: Jovem Pan

Postar um comentário