O ex-presidente Lula foi condenado em 2ª Instância na Lava Jato e está preso desde o dia 7 de abril.
Sérgio Lima/Poder360
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera com folga pesquisa de intenção de voto em Pernambuco. O levantamento do instituto Datamétrica aponta o petista com 59% das intenções de voto no cenário estimulado – quando os entrevistados recebem uma lista com os nomes dos pré-candidatos.

O ex-presidente está preso desde o dia 7 de abril por condenação na Lava Jato. A vantagem do petista é de mais de 40 pontos percentuais em relação ao 2º colocado, o deputado Jair Bolsonaro (PSL), que aparece com 11%.

Marina Silva (Rede), Ciro Gomes (PDT) e Geraldo Alckmin (PSDB) ocupam empatados a 3ª posição.
O Poder360 divulgou em maio levantamento do instituto Múltipla que também mostrou a liderança de Lula na corrida à Presidência da República, ele pontuou 65,8% das intenções.

Na pesquisa do Datamétrica foram entrevistadas 600 pessoas nos dias 8 e 9 de junho. O nível de confiança do levantamento é de 95% e a margem de erro de 4 pontos percentuais para mais ou para menos. O registro foi feito no TRE – PE (Tribunal Regional Eleitoral do Estado de Pernambuco) sob o nº PE- 02648/2018 e no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o nº BR- 03658/2018.

GOVERNO

Na corrida ao governo pernambucano, o bom desempenho da vereadora petista Marília Arraes nas últimas pesquisas pode representar 1 impasse para o PT em uma possível aliança com o PSB, partido do atual governador do Estado Paulo Câmara.

Caso o PT resolva abrir mão da candidatura da vereadora, o PSB poderia, em troca, apoiar a candidatura do PT à Presidência.

Câmara e Arraes estão empatados tecnicamente no levantamento do Datamétrica e pontuaram 20% e 17% respectivamente no cenário estimulado. Atrás da vereadora aparece o senador Armando Monteiro (PTB) com 14%. Num 2º cenário sem o nome da petista, Paulo Câmara e Armando Monteiro empatam dentro da margem de erro.

A vereadora Marília Arraes (PT) e o atual governador Paulo Câmara (PSB) também foram os nomes mais citados na pesquisa espontânea, que é quando os entrevistados dizem em quem querem votar sem que lhes sejam apresentados nomes. Câmara foi citado por 12% dos eleitores, contra 8% da petista.

A vereadora já manifestou sua vontade em permanecer na disputa ao governo mesmo que isso signifique uma “quebra de acordo” com o PSB. Em entrevista ao Valor Econômico, afirmou que já tem o apoio da maioria dos delegados do PT no Estado.

2º TURNO

O Datamétrica testou 3 cenários para 1 provável 2º turno. As disputas seriam entre os 3 primeiros colocados nos cenários testados para o 1º turno.

Caso a disputa seja entre Câmara e o pedetista Armando Monteiro, se considerada a margem de erro, os dois aparecem empatados.

Se o confronto for entre Câmara e Arraes, os resultados apontam indefinição quanto ao vencedor, já que os dois aparecem tecnicamente com a mesma pontuação.

No cenário em que a disputa seria entre Arraes e Monteiro, a petista seria eleita com 29% das intenções contra 20% do senador.
CORRIDA AO SENADO

Na disputa pelas 2 vagas ao Senado Federal, os números do Datamétrica indicam indefinição. Aparecem embolados na briga pela liderança o emedebista Jarbas Vasconcelos , o democrata Mendonça Filho e o petista Humberto Costa.

23% citaram Vasconcelos, 19% Mendonça Filho e 17% Costa. Num 2º cenário sem o nome de Jarbas Vasconcelos, Humberto e Mendonça lideram com 17% e 16% respectivamente.

Fonte: Poder 360
THIAGO MELO

Postar um comentário