Papa Francisco no Vaticano 09/01/2018
REUTERS/Stefano Rellandini
O papa Francisco aceitou a renúncia de três bispos chilenos após alegações de abuso sexual, incluindo o bispo Juan Barros, de Osorno, a cidade no centro do escândalo na igreja chilena, informou o Vaticano nesta segunda-feira.

Em uma decisão sem precedentes, todos os 34 bispos do Chile ofereceram uma renúncia em massa no mês passado após comparecerem a reunião de crise com o papa sobre alegações de encobrimento de casos de abuso sexual no país.

Não ficou claro se a decisão desta segunda-feira indica que o papa não irá aceitar as outras renúncias.

Além de Barros, o papa também aceitou as renúncias de Cristian Caro Cordero, bispo de Puerto Montt, e de Gonzalo Duarte García de Cortazar, bispo de Valparaiso.

Fonte: Reuters
Reportagem de Crispian Balmer

Postar um comentário