O presidente da Petrobras, Pedro Parente, pediu demissão da estatal na manhã dessa sexta-feira (01)
Estadão Conteúdo
A Petrobras anuncia a demissão do presidente Pedro Parente na manhã desta sexta-feira, dia 1º de junho. O executivo estava, por volta das 11h30, em reunião com o presidente da República Michel Temer, no Palácio do Planalto. O encontro – e a demissão – ocorrem após o governo lançar medidas com custo de R$ 13,5 bilhões para baixar o preço do diesel e ajudar a encerrar a greve dos caminhoneiros.

Em fato relevante, a companhia informa que a nomeação de um CEO interino será examinada pelo Conselho de Administração ao longo desta sexta-feira, e que a composição dos demais membros da diretoria executiva não sofrerá qualquer alteração.

Parente estava no comando da empresa desde junho de 2016. Após o anúncio, a Bolsa Brasileira suspendeu as negociações de ações da empresa.

Fonte: Jovem Pan

Postar um comentário