(Foto: Reprodução)
A eleição da mesa diretora para o segundo biênio da Câmara de Uiraúna estava programada para acontecer apenas no dia 30 de novembro, última sessão ordinária do ano de 2018, mas o presidente Neto de Maro (PTB) antecipou a eleição para esta sexta-feira (23), mas a votação aconteceu em parte, gerando uma grande confusão entre os parlamentares.

Seis vereadores não concordaram com a antecipação e revoltados não participaram alegando que a decisão da presidência infringia a Lei Orgânica do Poder Legislativo. A chapa composta por Neto de Maro (PTB), presidente e Chico Bacatela (PSDB) vice-presidente, recebeu cinco votos e foi a única chapa registrada.

Por outro lado, os seis vereadores que têm o vereador Amilton Fernandes (PSB) como candidato a presidente, se retiraram do plenário e confirmaram que neste sábado (24) irão entrar recorrer a justiça local, para que o procedimento da atual presidência seja impedido, tudo com base nas leis que regem o poder legislativo uiraunense.

VÍDEO

Postar um comentário